sicnot

Perfil

Desporto

Revogada suspensão de um mês aplicada a Bruno de Carvalho há um ano

O Tribunal Arbitral do Desporto anulou a suspensão de um mês aplicada ao Presidente do Sporting pelos insultos proferidos contra um funcionário do Gil Vicente, em fevereiro do ano passado.

Quase um ano depois do Conselho de Disciplina da Federação ter condenado o presidente do Sporting a um mês de suspensão por "lesar a honra e a reputação a agentes desportivos" dentro das "infrações disciplinares graves", o Tribunal Arbitral do Desporto considera agora que Bruno de Carvalho apenas violou o "dever geral de urbanidade", ou seja, considera que o caso deveria ter sido analisado nos termos das infrações leves do regulamento de disciplina.

O recurso de Bruno de Carvalho para o Tribunal Arbitral resulta ainda numa redução para menos de metade da multa a que foi condenado - que passou dos 765 euros para pouco mais de 300 euros, o castigo mais leve previsto no Regulamento de Disciplina.

  • Ministra da Administração Interna tem condições para ficar?
    1:57
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • Os testemunhos emocionados de quem perdeu quase tudo nos fogos
    2:10
  • A primeira moção de censura ao fim de quase dois anos
    1:42

    País

    O CDS-PP avançou com uma moção de censura ao Governo, perante o que chama de falha do Governo na proteção das pessoas. O PSD apoia a iniciativa. António Costa fala num ato natural da democracia. Esta é a primeira moção de censura que o Governo socialista enfrenta ao fim de quase dois anos de mandato.

  • "Agora é tempo de decidir e executar"
    1:27

    País

    O primeiro-ministro reuniu-se esta terça-feira com os autarcas das zonas mais afetadas pelos incêndios e visitou os feridos, que continuam internados no Hospital de Coimbra. António Costa diz que o tempo das respostas começa agora.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.