sicnot

Perfil

Desporto

Sunderland anuncia rescisão com Adam Johnson após confissão de assédio a menor

O Sunderland anunciou esta quinta-feira a rescisão "com efeitos imediatos" do contrato com o futebolista internacional inglês Adam Johnson, depois deste ter admitido as acusações de ter beijado uma menor e de a ter assediado através da internet.

Adam Johnson, que na sexta-feira ficará a conhecer a decisão do tribunal de Bradford sobre o caso, admitiu saber que a jovem era menor de idade, mas negou as outras duas acusações de atividade sexual com a rapariga, que, na altura dos factos, tinha 15 anos. (Arquivo)

Adam Johnson, que na sexta-feira ficará a conhecer a decisão do tribunal de Bradford sobre o caso, admitiu saber que a jovem era menor de idade, mas negou as outras duas acusações de atividade sexual com a rapariga, que, na altura dos factos, tinha 15 anos. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

"À luz dos factos relativamente aos quais já existiu um reconhecimento de culpa, o clube decidiu rescindir com efeito imediato o contrato com Adam Johnson", confirmou o clube, numa nota publicada na sua página na internet.

Adam Johnson, que na sexta-feira ficará a conhecer a decisão do tribunal de Bradford sobre o caso, admitiu saber que a jovem era menor de idade, mas negou as outras duas acusações de atividade sexual com a rapariga, que, na altura dos factos, tinha 15 anos.

Antigo jogador de Middlesbrough, Leeds, Watford e Manchester City, de 28 anos, Johnson foi detido a 2 de março de 2015, sob acusação de ter assediado uma rapariga de 15 anos entre 30 de dezembro de 2014 e 26 de fevereiro de 2015 - numa altura em que a sua mulher estava grávida - e de posteriormente a ter beijado.

O Sunderland, que o contratou ao City por 13 milhões de euros em 2012, suspendeu-o após a detenção, mas reintegrou-o depois de ter sido libertado sob fiança.

O fabricante de vestuário desportivo Adidas já tinha posto termo ao contrato de patrocínio com o jogador.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.