sicnot

Perfil

Desporto

Proença nega obrigatoriedade de utilizar jogadores chineses na II Liga

Proença nega obrigatoriedade de utilizar jogadores chineses na II Liga

O contrato de patrocínio da II Liga, assinado com a empresa chinesa Ledman, foi apresentado esta quinta-feira. Os valores do negócio não foram divulgados publicamente, mas a SIC apurou que o acordo tem um valor global de 4,1 milhões de euros e é válido para as próximas três épocas e meia. São 500 mil euros até ao final da presente temporada, mais 1,2 milhões por cada uma das épocas seguintes. Este acordo prevê também que 10 jogadores chineses e três treinadores adjuntos possam chegar à II Liga, mas Pedro Proença garante que não existe qualquer obrigatoriedade de utilizar os atletas.

  • Proença diz que acordo para II Liga supera patrocínios dos últimos 15 anos
    0:41

    Desporto

    O contrato de patrocínio da II Liga, assinado com a empresa chinesa Ledman, foi apresentado esta quinta-feira. Os valores do negócio não foram divulgados publicamente, mas a SIC apurou que o acordo tem um valor global de 4,1 milhões de euros e é válido para as próximas três épocas e meia. São 500 mil euros até ao final da presente temporada, mais 1,2 milhões por cada uma das épocas seguintes. Pedro Proença garante que este acordo vai beneficiar os clubes.

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.