sicnot

Perfil

Desporto

Proença nega obrigatoriedade de utilizar jogadores chineses na II Liga

Proença nega obrigatoriedade de utilizar jogadores chineses na II Liga

O contrato de patrocínio da II Liga, assinado com a empresa chinesa Ledman, foi apresentado esta quinta-feira. Os valores do negócio não foram divulgados publicamente, mas a SIC apurou que o acordo tem um valor global de 4,1 milhões de euros e é válido para as próximas três épocas e meia. São 500 mil euros até ao final da presente temporada, mais 1,2 milhões por cada uma das épocas seguintes. Este acordo prevê também que 10 jogadores chineses e três treinadores adjuntos possam chegar à II Liga, mas Pedro Proença garante que não existe qualquer obrigatoriedade de utilizar os atletas.

  • Proença diz que acordo para II Liga supera patrocínios dos últimos 15 anos
    0:41

    Desporto

    O contrato de patrocínio da II Liga, assinado com a empresa chinesa Ledman, foi apresentado esta quinta-feira. Os valores do negócio não foram divulgados publicamente, mas a SIC apurou que o acordo tem um valor global de 4,1 milhões de euros e é válido para as próximas três épocas e meia. São 500 mil euros até ao final da presente temporada, mais 1,2 milhões por cada uma das épocas seguintes. Pedro Proença garante que este acordo vai beneficiar os clubes.

  • Pelo menos seis mortos em descarrilamento nos EUA

    Mundo

    Pelo menos seis pessoas morreram na sequência do descarrilamento de um comboio de passageiros, ocorrido esta segunda-feira perto da cidade norte-americana de Seattle, estado de Washington, referiu um responsável norte-americano citado pela agência noticiosa norte-americana Associated Press.

  • Comissão de trabalhadores da Autoeuropa vai entregar contraproposta
    1:39

    Economia

    A Autoeuropa vai parar entre o Natal e o Ano Novo por falta de peças para a produção. O anúncio foi feito esta segunda-feira, no dia em que foram retomadas as negociações sobre os novos horários de trabalho na fábrica de Palmela. Ainda não está nada decidido, mas a Comissão de Trabalhadores vai preparar uma contraproposta para entregar à administração que, na semana passada, impôs de forma unilateral o trabalho ao sábado.