sicnot

Perfil

Desporto

Sebastien Ogier mantém liderança do rali da Suécia

O francês Sebastien Ogier (Wolkswagen Polo-R), tricampeão do mundo e líder do mundial de ralis, manteve hoje a liderança do rali da Suécia e está a duas especiais de vencer a prova.

Nikos Mitsouras

Ogier começou mais rápido, terminando na frente a primeira especial, com mais 3,9 minutos do que o norueguês Andreas Mikkelsen.

O finlandês Jari-Matti Latvala, que na sexta-feira foi forçado a abandonar por problemas na suspensão, dominou em três das cinco especiais, terminando a segunda etapa na 26.ª posição.

Em segundo segue o neozelandês Hayden Paddon (Hyundai), a 17,1 segundos de Sebastien Ogier, e em terceiro está o norueguês Mads Ostberg (Ford Fiesta RS), a 42,3 segundos.

O segundo dia do rali da Suécia começou com Ogier a ser surpreendido pelos radares da polícia sueca em excesso de velocidade numa estrada pública, acontecimento que acabaria por não ter consequências.

Ogier lidera o campeonato do mundo depois de em janeiro se impor na primeira prova da temporada, o rali de Monte Carlo.

Este ano, o rali da Suécia tem apenas 13 especiais, ao contrário das 21 previstas inicialmente, em resultado da falta de neve na maior parte do percurso (o rali da Suécia é a única prova do Mundial que se realiza sobre neve e gelo).

Entre as etapas canceladas está a super especial de 1,9 quilómetros realizada no hipódromo de Karlstad, que tradicionalmente marca o início da prova e deveria ter-se realizado na quinta-feira.

A segunda prova do mundial de ralis teve assim início apenas sexta-feira, dia em que se realizaram seis das oito especiais previstas.

Hoje, dia em que se disputou a passagem pelo famoso Colin´s Crest, conhecido pelos enormes saltos e onde o francês Sebastien Ogier, campeão do mundo em título, tem um impressionante recorde de 41 metros, o número de especiais foi reduzido de oito para cinco.

Na última etapa da prova, a disputar no domingo, o rali passará apenas uma vez por Värmullsàsen e Lesjöfors, ao contrário das duas inicialmente previstas.

No total, apenas 240 dos 330 quilómetros cronometrados inicialmente previstos serão disputados.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.