sicnot

Perfil

Desporto

Árbitro argentino morto a tiro por jogador a quem mostrou vermelho

Um jogo de futebol entre amadores, que se estava a disputar num bairro pobre de Córdoba, Argentina, terminou com o árbitro a ser morto a tiro por um jogador a quem mostrara o cartão vermelho.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

Segundo o porta-voz da polícia de Córdoba, citado pela agência AFP, a morte ocorreu domingo e hoje o autor dos disparos continua em fuga, procurado pela polícia.

Quando César Flores, um árbitro de futebol amador, de 48 anos, expulsou o jogador, este foi ao seu saco buscar uma pistola e disparou vários sobre o árbitro, ferindo-o na cabeça, pescoço e tórax.

César Flores viria a morrer num hospital de Corboda, para onde também foi levado um dos jogadores daquela partida, ferido no tórax no tiroteio, em estado grave.

As situações de violência no futebol na Argentina são recorrentes e nos últimos três anos registam-se mais de 30 casos mortais.

Lusa

  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36

    Rumo ao Mundial 2018

    Oito jogadores da seleção participaram num evento em que responderam às dúvidas de jovens adeptos, em Lisboa. Os jogadores mostraram-se otimistas pelo caminho que têm em frente. Já João Mário foi confrontado com a promessa que não cumpriu de deixar crescer o cabelo se Portugal vencesse o Euro 2016. Agora, faz uma nova promessa: se Portugal for campeão mundial, deixa crescer o cabelo à Fellaini.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula da Silva
    3:30