sicnot

Perfil

Desporto

Atletas russos obrigados a assinar declaração antidoping

Os atletas russos estão obrigados a assinar uma declaração antidoping se quiserem participar nos campeonatos nacionais em pista coberta, anunciou esta terça-feira o secretário-geral da Federação Russa de Atletismo, Mikhail Butov.

© Ruben Sprich / Reuters

"Sem a assinatura, os atletas não serão autorizados a competir", assinalou Butov, em declarações à agência noticiosa russa TASS, em referência à participação na prova que se vai realizar em Moscovo, entre 23 e 25 de fevereiro.

Ao assinarem o documento antidoping, que foi elaborado recentemente pelo organismo federativo, os atletas declaram que nunca consumiram, transportaram ou distribuíram substâncias dopantes.

A federação russa foi suspensa pela Associação Internacional das Federações de Atletismo por uso sistemático de doping, na sequência de um relatório da Agência Mundial Antidopagem , que denuncia o conhecimento e consentimento do Governo russo.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.