sicnot

Perfil

Desporto

Jonas eleito melhor jogador da I Liga em janeiro

O futebolista do Benfica Jonas foi hoje eleito melhor jogador do mês de janeiro da I Liga, com 22,46 por cento dos votos, prémio promovido pela Liga de Clubes, seguido do companheiro Renato Sanches e do sportinguista Islam Slimani.

O avançado brasileiro obteve 22,46 por cento dos votos.

O avançado brasileiro obteve 22,46 por cento dos votos.

Lusa

O jovem médio dos encarnados, revelação do campeonato, obteve 13,32 por cento, enquanto o avançado argelino dos leões somou 10,89.

Em relação à II Liga, o futebolista do Freamunde Pedrinho foi o que reuniu maior número de votos, 15,24 por cento, seguido de Gleison, do FC Porto B, com 7,73 por cento, e de Hugo Firmino, do Oriental, com 4,56 por cento.

Quanto ao melhor golo do mês de janeiro referente à I Liga, o eleito foi o que Rúben Ferreira, do Marítimo, marcou na receção ao Moreirense, em jogo da 17ª jornada.

Os prémios deverão ser entregues no primeiro jogo útil que o clube do vencedor do troféu realize na condição de visitado, tal como prevê o Regulamento de Competições.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.