sicnot

Perfil

Desporto

Joseph Blatter ouvido pelo Comité de Apelo da FIFA

Joseph Blatter foi hoje ouvido pela Comissão de Apelo da FIFA no seu recurso contra o castigo de oito anos de suspensão aplicado pelo Comité de Ética do organismo que liderava desde 1998.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Hannibal Hanschke / Reuters

Um dia depois de Michel Platini, presidente da UEFA, ter testemunhado em Zurique, no âmbito do mesmo processo que afastou os dois dirigentes do futebol internacional, Blatter voltou ao edifício no qual liderou por longos anos o futebol mundial.

O suíço de 79 anos, suspenso de todas as funções no futebol a 21 de dezembro, evitou os jornalistas -- segundo um segurança chegou às 07:30 e depois saiu às 17:00 por uma porta secundária - e não fez qualquer declaração, ao contrário de Platini que se revelou "feliz" pela forma como decorreu a audição.

"Foi uma boa audição, bem conduzida por pessoas sinceras e estou feliz com a maneira como decorreu. Agora vamos ver como vai ser", disse o francês na segunda-feira, apos oito horas e meia de audição.

Blatter e Platini, presidentes das duas maiores instituições internacionais de futebol, foram suspensos pelo Comité de Ética da FIFA por oito anos devido a um controverso pagamento, considerado ilegal, de 1,8 milhões de euros em 2011 por alegado trabalho de consultadoria realizado pelo francês nove anos antes, em 2002.

O pagamento em 2011 por serviços prestados em 2002 foi efetuado com base num contrato verbal, de acordo com Platini, um tipo de compromisso aceite na Suíça.

Os dois dirigentes foram punidos por "abuso de posição" e "conflito de interesses".

Segunda-feira, a Comissão de Recurso da FIFA começou a analisar o recurso interposto por Michel Platini, que devido a esta suspensão se retirou da corrida à presidência da FIFA, e hoje debruçou-se sobre o recurso apresentado por Joseph Blatter.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.