sicnot

Perfil

Desporto

Joseph Blatter ouvido pelo Comité de Apelo da FIFA

Joseph Blatter foi hoje ouvido pela Comissão de Apelo da FIFA no seu recurso contra o castigo de oito anos de suspensão aplicado pelo Comité de Ética do organismo que liderava desde 1998.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Hannibal Hanschke / Reuters

Um dia depois de Michel Platini, presidente da UEFA, ter testemunhado em Zurique, no âmbito do mesmo processo que afastou os dois dirigentes do futebol internacional, Blatter voltou ao edifício no qual liderou por longos anos o futebol mundial.

O suíço de 79 anos, suspenso de todas as funções no futebol a 21 de dezembro, evitou os jornalistas -- segundo um segurança chegou às 07:30 e depois saiu às 17:00 por uma porta secundária - e não fez qualquer declaração, ao contrário de Platini que se revelou "feliz" pela forma como decorreu a audição.

"Foi uma boa audição, bem conduzida por pessoas sinceras e estou feliz com a maneira como decorreu. Agora vamos ver como vai ser", disse o francês na segunda-feira, apos oito horas e meia de audição.

Blatter e Platini, presidentes das duas maiores instituições internacionais de futebol, foram suspensos pelo Comité de Ética da FIFA por oito anos devido a um controverso pagamento, considerado ilegal, de 1,8 milhões de euros em 2011 por alegado trabalho de consultadoria realizado pelo francês nove anos antes, em 2002.

O pagamento em 2011 por serviços prestados em 2002 foi efetuado com base num contrato verbal, de acordo com Platini, um tipo de compromisso aceite na Suíça.

Os dois dirigentes foram punidos por "abuso de posição" e "conflito de interesses".

Segunda-feira, a Comissão de Recurso da FIFA começou a analisar o recurso interposto por Michel Platini, que devido a esta suspensão se retirou da corrida à presidência da FIFA, e hoje debruçou-se sobre o recurso apresentado por Joseph Blatter.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.