sicnot

Perfil

Desporto

Paris, Roma, Los Angeles e Budapeste formalizam candidaturas aos Jogos Olímpicos de 2024

Paris, Roma, Los Angeles e Budapeste foram as cidades que apresentaram candidaturas dentro do prazo para os Jogos Olímpicos de 2024, anunciou hoje o Comité Olímpico Internacional.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alexander Demianchuk / Reuters

O presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, saudou a circunstância de as candidaturas hoje confirmadas estarem «plenamente em linha com a agenda olímpica 2020», que constitui um plano estratégico para o futuro do Movimento Olímpico, permitindo uma maior flexibilidade no processo de candidaturas.

«É assinalável como (as candidaturas) conseguiram incorporar o projeto olímpico no desenvolvimento integrado e a longo prazo das respetivas cidades, regiões e mesmo do país».

Apesar dos diferentes pontos de partida, há nas quatro candidaturas um claro foco no desenvolvimento sustentável, no herança e em particular na forma como as instalações vão ser usadas após os olímpicos, acrescentou.

As candidaturas submetidas à luz das novas regras são apresentadas em três fases, cabendo ao Comité Olímpico Internacional confirmar a passagem de cada uma delas à fase seguinte.

Grupos de trabalho irão agora proceder à análise das candidaturas quanto à sua visão global, conceito e estratégia e em junho deverão produzir um relatório de avaliação.

As fases subsequentes, durante as quais se fará a análise de aspetos jurídicos e financeiros, bem como da organização do evento e herança, deverão ficar concluídas a 7 de outubro e 3 de fevereiro de 2017.

O Comité Olímpico Internaional vai selecionar a cidade organizadora dos Jogos Olímpicos em setembro de 2017, num encontro no Peru.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC