sicnot

Perfil

Desporto

Rui Costa fica em nono lugar na segunda etapa da Volta a Omã

O português Rui Costa terminou em nono lugar a segunda etapa da Volta a Omã, o vencedor da etapa foi o norueguês Edvald Boasson Hagen

KIM LUDBROOK

Boasson Hagen venceu a tirada em 4:12.00 horas, impondo-se ao italiano Vincenzo Nibali e ao belga Greg Van Avermaet, segundo e terceiro, respetivamente, que, tal como Rui Costa, cumpriram os 162 quilómetros com o mesmo registo do novo líder.

Na classificação geral, Boasson Hagen conta com quatro segundos de vantagem sobre Nibali e seis sobre Van Avermaet, enquanto Rui Costa caiu uma posição, para o oitavo lugar, a 10 segundos da liderança.

O luxemburguês Bob Jungels, que tinha vencido a primeira etapa, ocupa agora o 19.º posto, a 51 segundos de Boasson Hagen, depois de ter sido hoje o 31.º e cedido 59 segundos para o norueguês.

Mário Costa foi o 99.º a cruzar a meta, 4.52 minutos depois do primeiro grupo, e ocupa o 108.º lugar da geral, a 10.32 do líder.

Na quinta-feira, a terceira etapa da sétima edição da Volta a Omã vai ligar Al Sawadi Beach a Naseem Park, numa viagem de 176.5 quilómetros.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.