sicnot

Perfil

Desporto

Sporting precisa de bater Boavista para repor vantagens na I Liga

O Sporting precisa de vencer hoje na receção ao Boavista, no encontro de encerramento da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, para repor vantagens sobre Benfica e FC Porto, que já ganharam.

Federico Gambarini

A formação 'leonina' soma os mesmos 55 pontos dos 'encarnados', vencedores em Paços de Ferreira por 3-1, no sábado, e mais três do que o FC Porto, que ganhou em casa ao Moreirense por 3-2, domingo, depois de estar a perder por 2-0.

Em caso de triunfo, o conjunto comandado por Jorge Jesus voltará a contar com três pontos à maior sobre o Benfica e seis face ao FC Porto, sendo que, em Alvalade, empatou dois dos últimos quatro jogos, vencendo os outros dois por 3-2.

Os 'leões' só sofreram, porém, uma derrota na prova, no reduto do União da Madeira (0-1), e seguem com oito jogos sem perder -- seis triunfos e as igualdades caseiras com o lanterna-vermelha Tondela (2-2) e o Rio Ave (0-0).

Por seu lado, o Boavista pertence ao quarteto -- com os 'leões', o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães -- que ainda não perdeu na segunda volta: soma três vitórias, duas delas em reduto alheio, e dois empates.

Apesar destes recentes bons resultados, o conjunto comandado pelo boliviano Erwin Sanchez segue ainda no 16.º lugar, apenas um acima da 'linha de 'agua', com 21 pontos, contra 19 da Académica e 10 do Tondela.

Em caso de triunfo, o Boavista saltaria para o 13.º lugar, ultrapassando Nacional, Moreirense e o União da Madeira, que igualaria pontualmente.

I Liga, 23.ª jornada:

- Sexta-feira, 19 fev:

União da Madeira -- Estoril-Praia, 1-1.

- Sábado, 20 fev:

Paços de Ferreira -- Benfica, 1-3.

Académica -- Rio Ave, 0-2.

- Domingo, 21 fev:

Vitória de Setúbal -- Nacional, 1-1.

Belenenses -- Arouca, 0-2.

Tondela -- Marítimo, 3-4.

FC Porto -- Moreirense, 3-2.

Sporting de Braga -- Vitória de Guimarães, 3-3.

- Segunda-feira, 22 fev:

Sporting -- Boavista, 20:00 (SportTV).

Lusa

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional.