sicnot

Perfil

Desporto

Toprak e Kampl são baixas no Leverkusen para receção ao Sporting na Liga Europa

O central Omar Toprak e o médio Kevin Kampl, que contraíram lesões musculares na derrota do Bayer Leverkusen frente ao Borussia Dortmund (1-0), falham na quinta-feira a receção ao Sporting, na Liga Europa de futebol.

Karim Bellarabi, do Bayer Leverkusen, festeja o golo frente ao Sporting.

Karim Bellarabi, do Bayer Leverkusen, festeja o golo frente ao Sporting.

Armando Franca

Foi o Bayer Leverkusen a anunciar a baixa dos dois futebolistas, sublinhando que o capitão Toprak tem uma lesão nos adutores e Kamp uma lesão no gémeo da perna esquerda, razão pela qual foram substituídos no domingo.

O clube adianta que os dois jogadores deverão estar ausentes por um período de três semanas.

De regresso está o avançado mexicano Javier 'Chicharito' Hernández, quarto melhor marcador na 'Bundesliga', e que deverá ser opção para o jogo com os 'leões', depois de ter sido titular na derrota com o Dortmund.

O Sporting viaja até Leverkusen para a segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa, na quinta-feira às 18:00 (horas de Lisboa), depois de ter perdido em casa por 1-0.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • MP investiga ministro Siza Vieira, António Costa rejeita incompatibilidades
    2:12

    País

    O Ministério Público decidiu investigar o ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, por alegadas incompatibilidades. O governante criou uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse e manteve-se como gerente durante dois meses. A lei prevê a demissão, mas o primeiro-ministro já disse que se tratou apenas de um erro e o próprio ministro alega desconhecimento da lei.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.