sicnot

Perfil

Desporto

China poderá vencer Mundial de futebol daqui a 10 anos, diz Eriksson

O sonho do Presidente chinês, Xi Jinping, de ver a seleção de futebol da China a vencer um mundial poderá tornar-se realidade dentro de uma década, previu o técnico Sven-Goran Eriksson, citado pela imprensa estatal.

© TT News Agency / Reuters

"Neste momento, parece que todos os jogadores querem vir para a China pelos mesmos motivos", disse o treinador que orientou o Benfica durante cinco épocas (1982/1984 e 1989/1992), citado pela agência oficial Xinhua.

Atualmente ao serviço do clube chinês Shanghai SIPG, o técnico está confiante no desenvolvimento da modalidade no país asiático: "Talvez dentro de 10 ou 15 anos, estou certo que a China competirá a um nível que permita vencer o Mundial".

Pequim assumiu já o desejo de converter o país numa potência futebolística à altura do seu poder económico e militar.

Em 2014, anunciou um "plano de reforma global do futebol", que determina, entre outras medidas, a inclusão da modalidade como componente obrigatória da disciplina de Educação Física em 50.000 escolas primárias e secundárias.

Apesar do país figurar em 93.º no ranking da FIFA, o Presidente chinês apontou como metas nacionais a qualificação para a fase final de um Mundial, organizar um Mundial e um dia vencê-lo.

No total, as 16 equipas que disputam a Super Liga Chinesa de futebol investiram esta época, até à data, cerca de 317 milhões de euros na contratação de jogadores estrangeiros, mais 92% do que gastaram na temporada interior.

Durante o mercado de inverno de transferências, a contratação mais cara de sempre no país foi batida por quatro vezes, culminando na transferência do brasileiro Alex Teixeira, por 50 milhões de euros, para o Jiangsu Suning.

"Não é só o topo do futebol na China que se está a tornar mais rico e poderoso", sublinhou Eriksson na Austrália, na véspera da sua equipa enfrentar o Melbourne Victory para a Liga dos Campeões da Ásia.

"Os clubes chineses estão a abrir academias de futebol a um ritmo quase diário e jovens rapazes e raparigas vão começar a jogar futebol", disse, realçando estar certo de que "o futuro do futebol na China será fantástico".

Eriksson chegou ao país asiático em 2013 para orientar o Guangzhou R&F.

O seu atual clube pagou no mês passado 18,5 milhões de euros pela contratação do avançado brasileiro Elkeson ao Guangzhou Evergrande, o atual campeão chinês e cujo treinador é Luiz Felipe Scolari, antigo selecionador de Portugal.

A "revolução" do futebol na China tem atraído também figuras e entidades portuguesas.

Lançada em Pequim na primavera de 2014, a Academia Luís Figo está já implantada em 14 cidades chinesas e emprega 60 treinadores portugueses.

Entretanto, o Benfica abriu no ano passado a sua primeira academia de futebol no país e o Sporting anunciou a construção de outras 20 até 2018.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • As polémicas do primeiro mês de Donald Trump como Presidente
    3:17
  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.