sicnot

Perfil

Desporto

Ciclista Adriano Malori teve alta

O ciclista italiano Adriano Malori (Movistar) teve hoje alta ao recuperar satisfatoriamente do traumatismo cranioencefálico sofrido a 22 de janeiro, na sequência de uma queda durante o Tour de San Luis, na Argentina.

O campeão italiano de contrarrelógio sofreu uma queda grave durante a quinta etapa da competição argentina, que lhe provocou um traumatismo cranioencefálico. (Arquivo)

O campeão italiano de contrarrelógio sofreu uma queda grave durante a quinta etapa da competição argentina, que lhe provocou um traumatismo cranioencefálico. (Arquivo)

Peter Dejong / AP

Depois do acidente, o ciclista da Movistar foi internado num hospital da província central argentina e sujeito a coma induzido, tendo sido transferido a 26 de janeiro para uma clínica especializada de Buenos Aires, a fim de ser submetido a exames médicos "mais precisos, com técnicas e instrumentos não disponíveis na clínica de San Luis".

Adriano Malori foi posteriormente transferido para a Clínica Universitária de Navarra, a 16 de fevereiro, para continuar o seu tratamento. De acordo com o centro hospitalar, o paciente evoluiu "com resultados satisfatórios", pelo que hoje teve alta.

O campeão italiano de contrarrelógio tem publicado fotos no Twitter, a mostrar a sua evolução e a agradecer o apoio dos adeptos.

Também hoje, Jonathan Castroviejo foi operado à fratura do cúbito do braço esquerdo, que sofreu ao chocar com um espetador após a última etapa da Volta ao Algarve, no domingo.

Os médicos estimam que o campeão espanhol de contrarrelógio, que chocou com um adepto quando descia para a zona das caravanas, após o final da quinta etapa, vá estar parado durante dois meses.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14