sicnot

Perfil

Desporto

Vítor Pereira abandona Conselho de Arbitragem no final do mandato

O antigo árbitro Vítor Pereira vai abandonar o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) no final do mandato, anunciou hoje o dirigente, em comunicado enviado à agência Lusa.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Vítor Pereira, de 58 anos, preside ao CA da FPF desde 2011, quando foi eleito para o cargo nas lista de Fernando Gomes, depois de ter liderado a Comissão de Arbitragem da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), sob as lideranças de Hermínio Loureiro e do mesmo Fernando Gomes, a partir de 2006.

"Ao fim destes 10 anos, que se sucederam a uma carreira de 23 como árbitro -- que incluiu a presença nos Campeonatos do Mundo de 1998 e 2002, no Campeonato da Europa de 2000, na final da Taça UEFA de 2001/02 e na Supertaça Europeia de 2001 -- termino agora um ciclo no dirigismo nacional, pelo que não me recandidatarei nas próximas eleições na FPF", afirmou Vítor Pereira, em comunicado, no qual assume o apoio a Fernando Gomes no ato eleitoral marcado para 04 de junho.

Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.