sicnot

Perfil

Desporto

Luís Filipe Vieira distinguido pelos 50 anos de sócio do Benfica

Luís Filipe Vieira assumiu hoje, na cerimónia de entrega aos sócios dos anéis de platina e dos emblemas de ouro e de prata, que o Benfica vai ultrapassar todos os obstáculos, apesar do tempo de exigências e desafios.

SIC

A um dia do 112º aniversário do clube, foram homenageados no pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz mais de mil sócios com a entrega dos anéis de platina, emblemas de ouro e prata, que representam respetivamente 75, 50 e 25 anos de filiação, entre os quais o presidente dos 'encarnados', distinguido pelos seus cinquenta anos de sócio.

No seu discurso, Luís Filipe Vieira, mostrou-se orgulhoso dessa distinção, que tem "um significado especial", evocando a memória de Jorge de Brito, que presidiu o clube das 'águias' entre em 1992 e 1994.

"Esta cerimónia tem para mim - como facilmente vão perceber - um significado especial, porque também vou receber o meu emblema de ouro. Será o emblema correspondente aos meus 50 anos de filiação, mas gostava de evocar aqui a memória do presidente Jorge de Brito, que há muitos anos, me entregou e colocou na lapela, como seu fiel depositário, o seu emblema do Benfica, dizendo-me que eu estaria a altura do desafio e da história do clube. Onde quer que ele esteja, espero que sinta orgulho do seu Benfica e do homem a quem entregou o seu emblema", enalteceu.

O líder 'encarnado' sublinhou que, apesar de o Benfica viver "um tempo de muitas exigências e de muitos desafios", com a ajuda dos sócios, serão ultrapassados "todos os obstáculos".

"Vivemos um tempo de muitas exigências e de muitos desafios, mas tenho a certeza que, com o vosso apoio, com a capacidade de todos quantos formam parte desta realidade, vamos conseguir ultrapassar todos os obstáculos, por maiores que possam parecer. A História do Benfica é e vai continuar a ser uma história de superação, de inconformismo", afirmou.

Luís Filipe Vieira agradeceu a presença de todos os sócios presentes e vincou que, enquanto for presidente, o Benfica continuará "fiel às suas origens e à vontade dos seus fundadores".

"A vossa presença neste pavilhão representa exatamente aquilo que somos, um clube que é dos seus sócios, que se mantém fiel às suas origens e à vontade dos seus fundadores, e essa realidade nunca mudará, pelo menos enquanto eu for presidente. Os sócios asseguram a transmissão desta herança gigantesca que vem desde 1904 e asseguram a sua permanente renovação", afirmou.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.