sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo critica colegas do Real Madrid por não estarem ao seu nível

Cristiano Ronaldo criticou hoje os colegas, depois da derrota do Real Madrid por 1-0 com o Atlético de Madrid, considerando que se todos estivessem ao seu nível a equipa seria líder da liga espanhola de futebol.

Ballesteros

"Se todos estivessem ao meu nível, seríamos primeiros. Todos os anos, para a imprensa, parece que estou na merda, mas os números e as estatísticas não enganam", 'disparou' o internacional português quando questionado sobre o seu rendimento no encontro de hoje.

Ronaldo não teve papas na língua, alegando que, sem querer menosprezar nenhum companheiro, quando não jogam os melhores é difícil ganhar.

"Eu gosto de jogar com o Pepe, o Karim [Benzema], o Bale, o Marcelo. Não quero dizer que o Jese, o Lucas, o Kovacic não são bons, mas...", acrescentou.

Cristiano falou também das lesões que têm afetado a equipa, assumindo que podem dever-se à má preparação do início da temporada.

"Estamos a ter muitas lesões e isso prejudica-nos", lamentou.

Um golo do francês Antoine Griezmann permitiu hoje ao Atlético de Madrid vencer em casa do Real Madrid, por 1-0, em jogo da 26.ª jornada da liga espanhola de futebol.

A derrota deixou o clube 'blanco' a nove pontos do líder FC Barcelona, que tem menos um jogo, pelo que o treinador Zinedine Zidane já dá o título como perdido.

"Não estou contente, não posso está-lo com a derrota, com o que aconteceu, com o jogo que fizemos. Antes que me perguntem, a liga acabou. É sempre difícil e se perdermos pontos vai ser ainda mais, mas não vamos atirar a toalha sobre a temporada, aconteça o que acontecer. Temos objetivos e há que ganhar jogos. É o discurso que devo ter", disse o técnico francês.

Lusa

  • Obama acredita que Guterres será um bom líder da ONU
    0:53

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar de perto com os Estados Unidos na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido esta sexta-feira por Barack Obama, na Casa Branca, onde foi elogiado pelo ainda Presidente.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.