sicnot

Perfil

Desporto

Marchadora Ana Cabecinha sem lesão grave após queda em escadas

A marchadora Ana Cabecinha revelou hoje não ter sofrido qualquer lesão grave, após a queda numas escadas poucas horas antes do Nacional de marcha e que a obrigou a desistir durante a competição.

Arquivo Lusa

Arquivo Lusa

NUNO VEIGA

Numa mensagem na rede social Facebook, a atleta olímpica reconheceu que "nem devia ter participado, mas Nacional é sempre Nacional", revelando que "a chuva, o frio, o granizo e o percurso pioraram a dor", pelo que foi obrigada a desistir -- "a decisão mais difícil" -, porque "não conseguia respirar".

"Fui levada ao hospital de Leiria, onde fiz exames. Nada partido, só um traumatismo torácico, uma paragem de três, quatro dias e medicação", lê-se na missiva.

Ana Cabecinha desistiu numa prova ganhar por Inês Henriques, do Clube de Natação de Rio Maior, que obteve o tempo de 1:30.51 horas, derrotando Susana Feitor (Leiria Marcha Atlética), com 1:33.33, e Daniela Cardoso, do mesmo clube, com 1:33.45, tornando-se a quinta marchadora com mínimos para os Jogos Olímpicos.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.