sicnot

Perfil

Desporto

Marchadora Ana Cabecinha sem lesão grave após queda em escadas

A marchadora Ana Cabecinha revelou hoje não ter sofrido qualquer lesão grave, após a queda numas escadas poucas horas antes do Nacional de marcha e que a obrigou a desistir durante a competição.

Arquivo Lusa

Arquivo Lusa

NUNO VEIGA

Numa mensagem na rede social Facebook, a atleta olímpica reconheceu que "nem devia ter participado, mas Nacional é sempre Nacional", revelando que "a chuva, o frio, o granizo e o percurso pioraram a dor", pelo que foi obrigada a desistir -- "a decisão mais difícil" -, porque "não conseguia respirar".

"Fui levada ao hospital de Leiria, onde fiz exames. Nada partido, só um traumatismo torácico, uma paragem de três, quatro dias e medicação", lê-se na missiva.

Ana Cabecinha desistiu numa prova ganhar por Inês Henriques, do Clube de Natação de Rio Maior, que obteve o tempo de 1:30.51 horas, derrotando Susana Feitor (Leiria Marcha Atlética), com 1:33.33, e Daniela Cardoso, do mesmo clube, com 1:33.45, tornando-se a quinta marchadora com mínimos para os Jogos Olímpicos.

Lusa

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".