sicnot

Perfil

Desporto

Sporting alega que Slimani nunca poderá falhar dérbi por processo sumário

O Sporting disse hoje, em comunicado, que Slimani nunca poderá ser castigado antes do dérbi com o Benfica, alegando que uma possível decisão do processo sumário de que é alvo o futebolista argelino é passível de recurso.

© Rafael Marchante / Reuters

Slimani foi alvo de um processo disciplinar na sequência de uma alegada agressão ao grego Samaris, no encontro com o Benfica para a Taça de Portugal, a 21 de novembro de 2015. No domingo, o presidente dos 'encarnados', Luís Filipe Vieira, pediu que nenhum jogador do Sporting fosse castigado em vésperas do dérbi da 25.ª jornada da I Liga, no sábado.

O Sporting defende que os regulamentos impedem que o jogador seja castigado antes do dérbi, porque mesmo que o clube fosse notificado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol esta semana, a suspensão nunca entraria em vigor antes de passarem os cinco dias disponíveis para recorrer.

"A decisão disciplinar condenatória que admita recurso com efeito suspensivo -- como será o caso -- não é executória enquanto o prazo para a sua interposição não tiver decorrido (nem, uma vez interposto, enquanto ainda não estiver decidido). Isto significa que mesmo que o Sporting fosse notificado da decisão condenatória na véspera do jogo, não tinha de interpor recurso para suspender a decisão: ela estava automaticamente suspensa enquanto o prazo para recorrer (que é de cinco dias) ainda não tivesse decorrido", lê-se no comunicado.

Os 'leões' dizem ainda que estes factos com relevância jurídica não podem "ser do desconhecimento do presidente do SLB que preferiu, sob a capa de uma aparente preocupação súbita com o 'fair-play', usar um discurso que pode mistificar os menos esclarecidos".

"Acresce que esta súbita benevolência do presidente do Benfica já seria de estranhar, mesmo sem a argumentação jurídica que a desmascara, quando se recordasse que foi o Benfica quem iniciou este processo contra o jogador Islam Slimani", refere o clube 'leonino'.

Lusa

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.