sicnot

Perfil

Desporto

Fenerbahçe vence Besiktas com golo de Nani e sobe à liderança da liga turca

O Fenerbahçe, adversáro do Sporting de Braga na Liga Europa de futebol, subiu hoje à liderança do campeonato turco, ao vencer o dérbi com o rival Besiktas por 2-0, na 23.ª jornada, com um golo do internacional português Nani.

Nani seguiu do Manchester United para os turcos do Fenerbahçe a título definitivo.

Nani seguiu do Manchester United para os turcos do Fenerbahçe a título definitivo.

SEDAT SUNA / Lusa

No grande jogo da jornada, a equipa orientada pelo treinador português Vítor Pereira entrou praticamente a vencer, quando aos três minutos Volkan Sen abriu o marcador após assistência do médio Erkin Caner.

No entanto, só na ponta final do jogo é que o Fenerbahçe conseguiu confirmar o triunfo aos 82 minutos, com um golo de Nani, que foi lançado em campo aos 61, a substituir o médio Alper Potuk.

Com esta vitória, o Fenerbahçe desalojou o Besitkas do primeiro lugar e isolou-se na liderança, com 53 pontos, mais dois do que o Besiktas, a 10 dias de receber o Braga, na primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa.

No entanto, a equipa do Besiktas tem menos um jogo, frente ao Trabzonspor, em casa deste, da 19.ª jornada, que foi adiado devido à neve, e caso vença pode recuperar a liderança.

Pela equipa da casa, o internacional luso Bruno Alves alinhou 90 minutos, tal como Ricardo Quaresma pelo Besiktas.

Lusa

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite