sicnot

Perfil

Desporto

Zidane diz que Ronaldo já se explicou e que tudo está resolvido

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, confirmou hoje que o futebolista internacional português Cristiano Ronaldo prestou explicações ao corpo técnico e restante plantel sobre as suas declarações no final do clássico com o Atlético de Madrid.

© Tony Gentile / Reuters

"É um tema do passado. Todos estão com ele. O Cristiano falou com todos. Sabemos a importância que tem e todos estamos com ele. O tema está resolvido. O mais importante é o que temos pela frente e isso vamos conseguir nós, todos juntos dentro, não fora", sublinhou o técnico gaulês.

Após a derrota de sábado dos blancos em casa com os vizinhos da capital, Ronaldo 'disparou' contra os seus colegas: "Se todos estivessem ao meu nível, seríamos primeiros. Todos os anos, para a imprensa, parece que estou na merda, mas os números e as estatísticas não enganam."

Ronaldo defendeu ainda que, sem querer menosprezar nenhum companheiro, quando não jogam os melhores é difícil ganhar, nomeando Jese, Lucas e Kovacic como tendo um nível mais baixo.

No entanto, poucas horas depois, o jogador merengue voltou atrás nas suas palavras: "As minhas declarações no final do jogo foram mal interpretadas. Não quis dizer que sou melhor do que os outros. Referia-me à parte física e às lesões. Refiro-me ao nível físico, não de jogo. Não sou melhor que nenhum dos meus companheiros."

"Houve lesões importantes na equipa, como as do Pepe, Bale, Benzema ou Marcel, que nos prejudicaram e não nos permitiram oferecer o nível que temos habitualmente. Respeito totalmente os meus colegas e nunca quis ofendê-los. Não sou melhor do que ninguém", acrescentou.

Lusa

  • Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta pelo olhar de uma portuguesa
    3:20

    Mundo

    A guerra do Congo, que opõe milícias rebeldes ao regime de Kabila, já dura há 20 anos e fez seis milhões de mortos, quatro milhões de deslocados internos e um número crescente de refugiados. Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta tem levado milhares de civis a passar a fronteira para Angola. A médica portuguesa Ana Paula Cruz testemunhou o drama silencioso dos congoleses nos campos de refugiados da Lunda Norte.

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05