sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo abre caminho para vitória do Real Madrid sobre Levante

O Real Madrid, ainda a "lamber feridas" da derrota em casa com o Atlético, venceu hoje o Levante, fora, por 2-1, na 27.ª jornada da Liga espanhola de futebol, com Cristiano Ronaldo a abrir caminho do triunfo.

© Heino Kalis / Reuters

O craque luso, que esteve sob fogo cruzado na última semana por causa das declarações que proferiu no final da derrota com o Atlético Madrid no Santiago Bernabéu, marcou aos 34 minutos, de penálti, a castigar um derrube a Lucas na grande área do Levante, e ainda protagonizou a assistência para o terceiro golo marcado por Isco.

Um autogolo do guarda-redes Diego Marino proporcionou ao Real Madrid ampliar a diferença, aos 38 minutos. Borja Mayoral, um 'miúdo' de 18 anos do Real Madrid B, rematou à meia-volta à entrada da área, levando a bola a embater no poste e a ressaltar nas costas do guardião para dentro da baliza.

Mas a vantagem de dois golos não duraria mais do que um minuto, porque o brasileiro Deyverson, ex-jogador do Belenenses, reduziu para 2-1, a aproveitar um ressalto após uma disputa de bola por alto com o internacional português Pepe, que regressou à competição após longa paragem por lesão.

Na segunda parte, só houve um golo a registar, o terceiro do Real Madrid, por Isco, que entrou aos 80 minutos a render James Rodriguez e fechou o resultado aos 90+2, após uma assistência de Cristiano Ronaldo.

Com estes resultado, o Real Madrid passou a somar 57 pontos, menos nove do que o líder FC Barcelona, que só joga na quinta-feira, e menos quatro do que o segundo classificado, o Atlético Madrid, que na terça-feira bateu a Real Sociedad (3-0).

Nos outros jogos hoje realizados da 27.ª jornada, o Celta e o Villarreal não foram além de um 'nulo' em Vigo, o Athletic Bilbau venceu por 4-1 na receção ao Deportivo da Corunha, com o português Luisinho a assistir no banco, e o Sevilha derrotou o Eibar em casa graças a um golo de Fernando Llorente, aos 11 minutos, e com a ajuda do internacional português Daniel Carriço, que jogou os 90 minutos na posição de central.

Finalmente, o Valência foi a Málaga vencer por 2-1, com o golo da vitória a ser marcado pelo russo Denis Cheryshev, aos 49 minutos, a passe do internacional português André Gomes, que jogou os 90, enquanto o seu compatriota e defesa central Rúben Vezo foi lançado em campo apenas aos 90+2, a render o ponta de lança Paco Alcácer.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.