sicnot

Perfil

Desporto

Octávio Machado diz que Vitor Pereira deve "abandonar já" o Conselho de Arbitragem

O diretor para o futebol profissional do Sporting, Octávio Machado, defendeu hoje que Vítor Pereira deve "abandonar já" o cargo de presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e não apenas no final da temporada.

"Ele devia ir embora já, devia abandonar já, e não no final do mandato e no final da época. Agora, se calhar, se ele for embora já, estraga qualquer coisa a alguém", afirmou Octávio Machado em entrevista à Sporting TV, cinco dias após Vítor Pereira ter anunciado a saída.

Para o dirigente 'leonino', Vítor Pereira "não fez um bom mandato" nos quatro anos à frente do Conselho de Arbitragem e criou uma "enorme tranquilidade" ao setor.

"O presidente da Federação Portuguesa de Futebol deu-lhe tudo, deu-lhe todas as condições. Ele acabou por criar uma intranquilidade enorme e muito ruído à volta dos árbitros. Os próprios árbitros não estão com ele", referiu.

Octávio Machado abordou também o dérbi com o Benfica do próximo sábado, em jogo da 25.ª jornada da I Liga, e lembrou que os 'leões', líderes de prova, estão "numa posição privilegiada".

"Infelizmente, o Sporting em primeiro é algo que não aconteceu nos últimos anos. Muitos pensavam que não seria uma realidade, mas é uma realidade fruto do trabalho, da dedicação, do empenho e de muita paixão", frisou.

O antigo treinador do Sporting considerou que, esta temporada, o clube "renasceu pojante e dinâmico, à imagem do seu passado" e garantiu que os jogadores e toda a equipa técnica estão "confiantes" para chegar ao título.

"Estamos à frente dos favoritos e são eles que estão preocupados. Sabemos que vai ser complicado até ao fim, mas temos uma vontade enorme", completou.

O Sporting-Benfica está agendado para sábado, no Estádio José Alvalade, às 20:45, e terá arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Lusa

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.