sicnot

Perfil

Desporto

Fenerbahçe avança para as meias-finais da Taça da Turquia com golo de Nani

O português Nani marcou hoje o terceiro golo da vitória do Fenerbahçe sobre o Amedspor, por 3-1, e ajudou a equipa comandada por Vítor Pereira a atingir as meias-finais da Taça da Turquia de futebol.

Depois de um empate 3-3 na primeira mão no terreno do Amedspor, equipa do terceiro escalão, o Fenerbahçe triunfou no segundo jogo dos quartos de final com golos de Topuz (31), Fernandão (40) e Nani (88), mantendo intacta a ambição de chegar ao seu sétimo troféu, o último dos quais conquistado em 2013.

Num jogo em que Bruno Alves e Raul Meireles foram titulares, Nani voltou a saltar do banco para marcar pelo segundo jogo consecutivo, depois de ter confirmado, na segunda-feira, a vitória frente ao Besiktas, que valeu a subida à liderança da Liga, embora a equipa de Quaresma tenha um jogo em atraso.

Líder do campeonato turco e adversário do Sporting de Braga nos oitavos de final da Liga Europa, o Fenerbahçe mantêm-se assim na disputa das três competições e defrontará nas meias-finais o Konyaspor, que eliminou precisamente o Besiktas.

A equipa de Ricardo Quaresma, que alinhou os 90 minutos, saiu hoje derrotada do campo do Konyaspor, por 1-0, depois de ter perdido em casa o jogo da primeira mão, por 2-1.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.