sicnot

Perfil

Desporto

Morreu remadora australiana Sarah Tait aos 33 anos

A remadora australiana Sarah Tait, vice-campeã olímpica em Londres 2012, morreu na quarta-feira, aos 33 anos, devido a um cancro, anunciou hoje o Comité Olímpico Australiano.

Sarah Tait à direita da foto

Sarah Tait à direita da foto

© Jim Young / Reuters

Sarah Tait, que juntamente com Kate Hornsey conquistou com medalha de prata nos últimos Jogos Olímpicos na classe dois sem timoneiro, participou também nos Jogos Atenas 2004 e Pequim 2008.

A remadora, que abandonou a competição em 2013 para efetuar tratamentos a um cancro no colo do útero, conquistou um total de três medalhas em Mundiais: uma de ouro e duas de bronze.

Lusa

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.