sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira faz balanço "muito positivo" dos testes em Espanha

O piloto Miguel Oliveira fez hoje o 23.º tempo no terceiro e último dia de testes oficiais em Jerez de la Frontera, Espanha, onde fratura de um dedo sofrida há alguns dias complicou a sua missão

© Brandon Malone / Reuters

O vice-campeão do Mundo de Moto3, que este ano se estreia em Moto2, fez, no entanto, um balanço "muito positivo" de três dias de treino com a Kalex da equipa Leopard Racing no circuito andaluz.

"Hoje o objetivo era recuperar a confiança depois de um dia particularmente difícil e, fazendo um pouco a retrospetiva destes três dias, creio que o saldo é muito positivo", afirmou, citado em comunicado da sua assessoria de imprensa.

O almadense admitiu que perdeu "alguma confiança" após a queda registada no segundo dia, depois de a equipa ter centrado a sua atenção numa opção menos adequada.

"Quero, no entanto, olhar para o lado negativo destes testes de uma forma positiva: sabemos o que temos que fazer no próximo teste porque sabemos que o caminho que seguimos não funciona no que diz respeito ao 'setting' da moto e sabemos o que temos que fazer já para o Qatar", declarou.

Miguel Oliveira regressa agora a Portugal antes de partir para os últimos testes oficias no Qatar, antes do início oficial do campeonato a 20 de março, no circuito de Losail, admitindo que a prioridade é agora "encontrar as melhores sensações, o mais rapidamente possível".

No final das sessões de treino, Miguel Oliveira fez o 23.º tempo, com 1.44,516 minutos, a 2,441 segundos do primeiro, Sam Lowes.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.