sicnot

Perfil

Desporto

Pinto da Costa diz que FC Porto é "baluarte da luta contra o centralismo"

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, disse hoje que existe uma divisão em Portugal, entre Lisboa e o resto, e que o FC Porto é baluarte da luta contra o centralismo.

(Arquivo)

(Arquivo)

Paulo Duarte / AP

"Se o FC Porto é grande, é porque tem memória. Se o FC Porto cresceu muito, foi fruto do seu sucesso. Antigamente o país estava dividido entre o norte e o sul, mas agora está dividido entre Lisboa e no resto. É neste resto que o FC Porto se insere como baluarte da luta contra o centralismo. Não se pode culpar este Governo porque tem seguido o mesmo lema. Cada um será mais centralista que o outro", atirou o presidente.

Em Cantanhede para a inauguração oficial da casa do FC Porto, o dirigente dos 'dragões' mostrou-se ainda satisfeito com o acontecimento e agradeceu pela forma como foi recebido.

"Viemos com todo o gosto a Cantanhede. Quando me foi colocada a questão de que a casa já estava a funcionar desde agosto, apesar de ter tido outros pedidos de deslocações, disse sempre ao meu vice-presidente Alípio Jorge que não ia a lado nenhum sem ir a Cantanhede. Cumpri esse compromisso com todo o gosto", afirmou.

Entre outros, Pinto da Costa estava acompanhando pelo antigo futebolista Fernando Gomes e Cecília Pedroto, viúva de José Maria Pedroto, histórico treinador do FC Porto.

Cerca de 150 pessoas esperavam pelo dirigente portista junto à Câmara Municipal de Cantanhede, onde foi recebido às 19:30 horas pelo presidente João Moura, antes de passar à inauguração da casa e posteriormente a um jantar para 650 pessoas.

Lusa

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57