sicnot

Perfil

Desporto

"Eu nunca consegui o que Ronaldo fez hoje", diz Zidane

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, mostrou-se rendido à atuação de hoje de Cristiano Ronaldo, considerando no final da goleada ao Celta (7-1) que o futebolista português alcança números inatingíveis para o antigo médio francês.

Daniel Tejedor

"Cristiano (Ronaldo) é único no remate. Poucos são capazes de fazer o que ele faz, de conseguir marcar quatro golos em 40 minutos. Eu nunca o fiz", elogiou Zidane no rescaldo do regresso às vitórias do Real Madrid para a I Liga espanhola, com quatro golos do capitão da seleção portuguesa.

O companheiro de equipa Lucas Vásquez também elogiou o goleador português, defendendo-o das críticas após a derrota ante o Atlético de Madrid: "Ninguém pode duvidar de Cristiano Ronaldo. Hoje fez quatro golos e está de parabéns".

O Real Madrid teve dificuldades no início da partida, mas Pepe desbloqueou o jogo com um cabeceamento após canto da direita. A partir daí, Ronaldo resolveu a partida com um 'póquer', conseguindo os golos que Zidane pedira ao intervalo:

"Conversámos ao intervalo. Entrámos muito bem na segunda parte e quando fazes golo, tudo fica mais fácil", finalizou.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.