sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho critica arbitragem do dérbi e diz que Ruiz podia ter perna partida

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, criticou hoje a arbitragem de Artur Soares Dias no dérbi com o Benfica, da 25.ª jornada da I Liga de futebol, salientando uma entrada de Renato Sanches sobre Bryan Ruiz.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Andr\303\251 Kosters

"Neste último jogo Renato Sanches agrediu Bryan Ruiz, podendo ter resultado numa perna partida. A equipa de arbitragem viu perfeitamente o lance e deu-lhe apenas cartão amarelo. Então ainda no túnel foi dito 'entradas com a sola da bota é vermelho'. Mas então o que é a sola da bota?", questionou.

Na sua página oficial no Facebook, o líder 'leonino' falou ainda de duas alegadas grandes penalidades por falta de Mitroglou sobre Adrien e um lance em que Slimani terá sido puxado, considerando que o argelino está condicionado por ainda não ter sido decidido o processo disciplinar, por alegada agressão a Samaris, no dérbi da Taça de Portugal.

Bruno de Carvalho criticou ainda "a constante falta de bom senso na nomeação dos árbitros e a não saída imediata de Vítor Pereira".

O Sporting perdeu no sábado com o Benfica, por 1-0, perdendo a liderança da I Liga para os "encarnados".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.