sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da WTA apoiará qualquer decisão no caso de doping de Sharapova

A Associação Feminina de Ténis (WTA) emitiu hoje um comunicado, no qual o seu presidente, Steve Simon, assume que o organismo apoiará as decisões que forem tomadas no caso de doping da tenista russa Maria Sharapova.

© Grigory Dukor / Reuters

"Fiquei muito triste ao tomar conhecimento das notícias acerca da Maria [Sharapova]. Ela é uma líder e sempre a considerei uma mulher de enorme integridade. Apesar de tudo, como Maria reconheceu, é responsabilidade de cada uma das jogadoras saber o que ingere e o que é ou não permitido", disse Steve Simon, comentando a análise positiva de Sharapova no Open da Austrália.

Segundo Simon, o assunto está agora "nas mãos do Programa Antidoping de Ténis" e garante que a WTA "apoiará as decisões que forem tomadas neste processo".

Maria Sharapova revelou hoje a análise positiva no controlo antidoping a que foi submetida durante o Open da Austrália por causa de uma medicamento que, segundo ela, toma há cerca de dez anos.

Durante uma conferência de imprensa, a vencedora de cinco títulos do 'Grand Slam' confessou desconhecer que esse medicamento havia sido proibido e assumiu toda a responsabilidade.

"Cometi um grande erro. Não quero terminar a carreira desta maneira", disse a atleta russa, de 28 anos, que não joga desde que foi derrotada nos quartos de final do Open da Austrália.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.