sicnot

Perfil

Desporto

Layún integrou sem limitações treino do FC Porto

O FC Porto prosseguiu hoje a preparação da receção de sábado ao União da Madeira, para a 26.ª jornada da I Liga de futebol, já com o defesa mexicano Miguel Layún a trabalhar sem limitações.

M\303\201RIO CRUZ

Para colmatar as ausências de Marcano, André André, Brahimi, Evandro e Varela, entregues aos cuidados do departamento clínico dos 'dragões', o treinador José Peseiro chamou ao treino da equipa principal Caio, Victor Garcia e Francisco Ramos, da equipa B.

De acordo com a nota publicada no sítio portista, o defesa espanhol Marcano e o médio brasileiro Evandro efetuaram tratamento às respetivas lesões, Varela, trabalhou no ginásio, e o avançado argelino Brahimi evoluiu para treino condicionado.

No sentido inverso aos de André Caio, Victor Garcia e Francisco Ramos, e em relação ao treino de terça-feira, a sessão não contou com as presenças do guarda-redes José Sá e do avançado André Silva, que se encontram ao serviço do FC Porto B.

Os 'dragões' voltam ao trabalho pelas 10:30 de quinta-feira, no Olival, com uma sessão à 'porta fechada', finda a qual, pelas 13:00, José Peseiro fará a antevisão do jogo com o União da Madeira.

O FC Porto, terceiro classificado a seis pontos do líder Benfica, recebe no sábado o União da Madeira (15.º, com menos 30 pontos), pelas 20:45, a dirigir pelo árbitro Manuel Oliveira, da AF Porto.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.