sicnot

Perfil

Desporto

Ex-ministra francesa do Desporto acusa Rafael Nadal de doping

A ex-ministra francesa do Desporto Roselyne Bachelot acusou na terça-feira o espanhol Rafael Nadal de se ter dopado e de ser essa a razão para a paragem do tenista por sete meses, em 2012, quando este alegou lesão.

© Marcos Brindicci / Reuters

"Sabe-se que a famosa lesão de Rafael Nadal, quando esteve inativo sete meses, se deve na realidade a um controlo positivo", afirmou a ex-ministra do governo de Nicolas Sarkozy num canal televisivo francês, acrescentando que a lesão no tendão rotuliano do joelho esquerdo era fictícia.

Responsável pela pasta de Saúde e Desporto, entre 2007 e 2010, Bachelot mostrou-se convicta de que as lesões prolongadas no ténis derivam de controlos positivos.

"Quando vês um jogador de ténis que para durante vários meses, é porque teve um controlo positivo. No ténis não se revelam resultados de doping, mas depois divulgam-se as longas lesões que deixam os jogadores muito tempo fora de prova", finalizou a ex-ministra francesa, em mais um episódio de acusações do país ao atleta de Maiorca.

Rafael Nadal detém o recorde de vitórias em Roland Garros, com nove triunfos, cinco deles consecutivos, e tinha garantido na quarta-feira "estar limpo e longe da tentação de fazer alguma coisa errada", afirmando que a russa Maria Sharapova, que acusou doping no último Open da Austrália, foi vítima de um "erro, mas que deveria ser punida".

"Quero acreditar que se tratou apenas de um erro e que Sharapova não o quis fazer de forma consciente. É um caso de negligência e deve ser punida", comentou na quarta-feira o atual número cinco do 'ranking' mundial.

O ex-número um mundial voltou a declarar-se inocente das acusações de doping lançadas em 2012 pela imprensa francesa, que apontavam os controlos positivos para o sucesso dos atletas espanhóis em várias modalidades, depois de Richard Gasquet, em 2009, ter sido suspenso provisoriamente por uso de cocaína.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.