sicnot

Perfil

Desporto

FC Barcelona anuncia que clube e dirigentes "deixaram de estar acusados" no caso Neymar

O FC Barcelona anunciou hoje que o clube, o seu presidente, Josep Maria Bartomeu, e o seu antecessor no cargo, Sandro Rosell, "deixaram de estar acusados" no processo judicial relativo a suspeitas de corrupção na contratação do brasileiro Neymar.

Josep Maria Bartomeu, presidente do FC Barcelona.

Josep Maria Bartomeu, presidente do FC Barcelona.

© Juan Medina / Reuters

Em comunicado, o clube catalão indica que a Audiência Provincial de Barcelona aceitou os recursos apresentados pelo clube, o que "invalida todas as diligências" da Audiência Nacional no caso.

"Agora as partes têm de voltar a formular as correspondentes acusações e defesas, mas no âmbito da jurisdição de Barcelona", adianta o clube.

Bartomeu e Rosell são suspeitos de corrupção no processo de contratação do futebolista Neymar ao Santos, do Brasil.

A transferência foi inicialmente avaliada pelo FC Barcelona em 57,1 milhões de euros, 40 milhões dos quais pagos à empresa N&N, do pai de Neymar, com o Santos a receber apenas 17,1 milhões de euros.

Em todo o caso, a justiça espanhola descobriu que o negócio ascendeu a pelo menos 83,3 ME, o que veio a ser confirmado pelo clube catalão.

O fundo de investimento brasileiro DIS, que recebeu 6,8 ME correspondentes aos 40% que detinha dos direitos federativos de Neymar, argumenta que tem direito a uma parte da diferença entre o valor inicialmente declarado e o valor real que o Barcelona assumiu posteriormente.

Bartomeu tem afirmado que a contratação de Neymar foi feita pelo seu antecessor, enquanto Rosell disse que se limitou a assinar os contratos apresentados pelo departamento jurídico do clube, no qual confiava.

Lusa

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.