sicnot

Perfil

Desporto

Agência Mundial Antidopagem confirma 99 casos positivos por meldonium desde 1 de janeiro

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) indicou hoje que 99 atletas deram positivo por meldonium desde 1 de janeiro, data em que o produto, que se tornou mediático com Maria Sharapova, passou a integrar a lista de substâncias proibidas.

Ben Nichols, porta-voz da AMA afirmou que desde 1 de janeiro de 2016, data na qual o meldonium passou a ser interdito, houve 99 casos positivos registados.

Ben Nichols, porta-voz da AMA afirmou que desde 1 de janeiro de 2016, data na qual o meldonium passou a ser interdito, houve 99 casos positivos registados.

© Ints Kalnins / Reuters

"Podemos confirmar que desde 01 de janeiro de 2016, data na qual o meldonium passou a ser interdito, houve 99 casos positivos registados", revelou Ben Nichols, porta-voz da AMA via email.

A substância saltou para a ribalta do desporto na segunda-feira, quando a tenista russa Maria Sharapova, vencedora de cinco 'Grand Slams' e atual sétima classificada do 'ranking' mundial, anunciou que tinha tido um controlo positivo por meldonium durante o Open dos Estados Unidos.

O meldonium (ou mildronate) é um fármaco, proibido na Europa Ocidental e nos Estados Unidos, recomendado para combater a insuficiência cardiovascular e permite que o coração suporte grandes cargas de trabalho físico ou intelectual.

No entanto, a AMA decidiu proibi-lo este ano, após receber dados alarmantes que confirmavam o seu uso recorrente por parte de desportistas profissionais nos países resultantes do desmembramento da União Soviética.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51