sicnot

Perfil

Desporto

Bayern de Munique goleia Werder Bremen e reforça liderança na Alemanha

O Bayern de Munique reforçou hoje a liderança na liga alemã de futebol, ao golear o Werder Bremen, em casa, por 5-0, em partida da 26.ª jornada.

© Michael Dalder / Reuters

A equipa comandada por Pep Guardiola lidera com 66 pontos, mais oito que o Borússia de Dortmund, que apenas joga domingo, recebendo o Mainz 05.

Dois golos do espanhol Thiago Alcântara (09 e 90 minutos), mais dois de Thomas Muller (31 e 65) e um do polaco Lewandowski (86) fizeram o resultado pelos bávaros, deixando o adversário num complicado 14.º posto, com 27 pontos, bem perto da 'linha de despromoção'.

Noutro encontro, Lars Stindl (36), o brasileiro Raffael (53) e Mahmoud Dahoud (79) assinaram os três golos com que o Borússia Monchengladebach bateu o Eintracht de Frankfurt, o que lhe permitiu ascender ao quarto lugar (42), ultrapassando o Schalke 04 (41), que no dia anterior perdeu no terreno do Hertha de Berlim.

Com dois golos sem resposta, ambos por intermédio de Leonardo Bittencourt, o Colónia (sétimo, 33 pontos) venceu no terreno do Hannover, equipa que se 'afundou' ainda mais no último posto da tabela (com 17 pontos apenas).

Quem ganhou hoje novo 'fôlego' na fuga à despromoção foi o Hoffenheim (penúltimo, 24 pontos), que bateu em casa o Wolfsburgo por 2-0, num jogo em que Vieirinha 'saltou' do banco, aos 60 minutos.

Com esta derrota, o Wolfsburgo fica o o sétimo lugar à mercê (37 pontos) fique à mercê do Bayer Leverkusen (36), que domingo recebe o Hamburgo.

No meio da tabela, o Ingolstadt (10.º) empatou a três bolas com o Estugarda (11.º) e ambos mantiveram o ponto de distância entre ambos, com vantagem para os anfitriões.

Darmstadt e Augusburgo também dividiram pontos, após o 2-2 final, e ambos têm 27 pontos, em posições complicadas ainda no que diz respeito à linha de despromoção.

Lusa

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • CIP contra 600€ de salário mínimo, ameaça boicatar iniciativas do governo
    1:28

    Economia

    O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) está contra o aumento do salário mínimo para 600€. Em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, o presidente António Saraiva considerou a proposta "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda" e ameaça boicotar a presença em iniciativas publicas, promovidas pelo executivo.