sicnot

Perfil

Desporto

Everton elimina Chelsea e está nas meias-finais da Taça de Inglaterra

O Chelsea foi eliminado hoje nos quartos de final da Taça de Inglaterra de futebol pelo Everton, em Goodison Park, ao perder por 2-0, com dois golos do internacional belga Romelu Lukaku.

© Reuters Staff / Reuters

O nulo prevaleceu até ao minuto 77, altura em que o avançado belga do Everton inaugurou o marcador, repetindo a 'dose' cinco minutos depois, aos 82, 'empurrando' o Chelsea para fora da Taça de Inglaterra.

Com este triunfo, o Everton garantiu um lugar nas meias-finais da prova e 'quebrou' um ciclo de 15 jogos sem perder da formação londrina nas provas internas desde que o treinador holandês, Guus Hiddink, tomou conta da equipa.

De sublinhar que o capitão John Terry fez o 700.º jogo com a camisola do Chelsea, apesar de não ter sido titular, tendo entrado aos 85 minutos para substituir o brasileiro Kenedy, que jogou na posição de lateral esquerdo.

Guus Hiddink optou por deslocar Ivanovic para o eixo da defesa, para formar dupla com Gary Cahill, deixando Terry no 'banco', mas quis proporcionar ao capitão a proeza de envergar pela 700ª vez a camisola do Chelsea.

Os quartos de final da Taça iniciaram-se na sexta-feira, com o Crystal Palace a vencer o Reading (II escalão) em casa deste por 2-0, assegurando um lugar nas meias-finais, e terminam no domingo com os jogos Arsenal-Watford e Manchester United-West Ham.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.