sicnot

Perfil

Desporto

Sharapova nega ter sido avisada cinco vezes, mas assume descuido

A tenista Maria Sharapova, que recentemente acusou meldonium, negou hoje que tenha sido cinco vezes avisada da proibição dessa substância, mas assumiu que devia ter "tomado mais atenção" às mensagens da ITF e da Agência Mundial Antidopagem (AMA).

Tenista Maria Sharapova

Tenista Maria Sharapova

© Toby Melville / Reuters


Numa mensagem publicada na sua página oficial do Facebook, a atleta russa acusou "alguns meios de comunicação de distorcer, exagerar ou serem incapazes" de informar o que realmente aconteceu e garantiu estar "decidida" a defender-se.

"É completamente falso que fui avisada cinco vezes sobre a iminente proibição da substância. Isso nunca aconteceu. Não estou à procura de desculpas por desconhecer essa proibição. Devia ter tomado mais atenção aos e-mails que recebi", afirmou Sharapova.

A antiga líder do ranking mundial admitiu que recebeu informações da AMA no início do ano, em que estava declarado a introdução do meldonium como substância proibida, mas que acabou por não ler.

"Esse documento tinha milhares de palavras, muitas delas técnicas e desconhecidas para as pessoas normais. Deveria ter tomado mais atenção, mas qualquer pessoa que tenha acesso a esse documento entende o que estou a dizer. Insisto, isto não são desculpas, mas é errado dizer que fui alertada cinco vezes", frisou.

Sharapova assegurou que foi "sempre honesta" e que nunca simulou uma lesão para poder fugir a um controlo antidoping.

"Também é mentira que tomava meldonium diariamente. Tomava segundo o que tinha sido recomendado pelo médico e em pequenas doses", acrescentou.

Maria Sharapova revelou na semana passada que teve um controlo positivo a meldonium, uma substância que toma desde 2006 e que se tornou proibida este ano, assumindo que não tinha visto a lista atualizada de produtos proibidos.

De acordo com a ITF, a russa foi controlada a 26 de janeiro no Open da Austrália, num teste que revelou a presença do produto proibido, tendo a tenista reconhecido a existência da substância. Maria Sharapova será suspensa preventivamente a partir de 12 de março, até que o caso esteja resolvido.

A russa, que venceu cinco torneios do 'Grand Slam', foi eliminada nos quartos de final do Open da Austrália, que se disputou no final de janeiro.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.