sicnot

Perfil

Desporto

Aprovada redução da II Liga para 20 equipas em 2017/18

Os clubes da I e da II Liga aprovaram hoje a proposta da direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) para a redução do segundo escalão para 20 clubes em 2017/18.

Na atual temporada, a II Liga vai passar de 24 para 22 equipas, com a descida de cinco conjuntos ao Campeonato de Portugal, do qual vão subir três.

De acordo com a decisão tomada em Assembleia-Geral, o segundo escalão passará a ter 20 equipas em 2017/18, com a época anterior a ser de transição, com a descida de quatro equipas da II Liga e subida das vencedoras das zonas Sul e Norte do Campeonato de Portugal.

Na mesma época, será ainda disputado um play-off entre os 17.º e 18.º classificados da II Liga e os segundos classificados de cada uma das zonas do terceiro escalão, uma eliminatória que dará duas vagas na segunda competição profissional.

Nas épocas seguintes, os clubes aceitaram um formato que consiste na descida de dois conjuntos da II Liga e consequente subida de outros dois do primeiro escalão não profissional.

Pinto da Costa foi o único presidente dos clubes grandes que marcou presença na sede da Liga, sendo que Benfica e Sporting fizeram-se representar por Paulo Gonçalves e Patrícia Silva Lopes, respetivamente.

Além destes participaram ainda na Assembleia geral mais quatro presidentes de clubes do principal escalão: Júlio Mendes, do Vitória de Guimarães, António da Silva Campos, do Rio Ave, Álvaro Braga Júnior, do Boavista, e José Eduardo Simões, da Académica.

Lusa

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.