sicnot

Perfil

Desporto

Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho castigados

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foram castigados com 23 e 19 dias de suspensão, respetivamente, revelou hoje o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

LUSA

De acordo com um comunicado do organismo, os dois dirigentes foram punidos pelo regulamento disciplinar relativo à lesão da honra da reputação dos intervenientes das competições profissionais.

No caso de Vieira, em causa estão as declarações proferidas após o Benfica-Rio Ave (3-1), da 10.ª jornada da I Liga, em que o presidente 'encarnado' deixou críticas à arbitragem.

"Gostava de ver amanhã (segunda-feira), nas manchetes dos jornais desportivos, o título roubo em letras bem grandes", afirmou o líder do emblema da Luz, que também terá que pagar uma multa de 1.020 euros.

Por seu lado, o castigo de Bruno de Carvalho refere-se também a afirmações sobre a arbitragem, neste caso depois do Sporting-Tondela (2-2), da 18.ª ronda do campeonato.

Nesse jogo, o presidente 'leonino' foi também expulso do banco de suplentes.

No mesmo comunicado, o CD da FPF anunciou também que Miguel Ribeiro, delegado do Rio Ave, ficará 45 dias suspenso e terá que pagar um multa de 1.530 euros, depois do embate entre o Sporting de Braga e os vila-condenses (5-1), na 19.ª jornada.

Lusa

  • "É abusivo falar de fuga ao fisco"
    4:10

    Economia

    Dez mil milhões de euros é o valor de que se fala das transferências para contas offshore, que terão escapado à Autoridade Tributária. O número impressiona, mas é preciso notar que este dinheiro é capital que sai do país e o capital não está sujeito ao pagamento de imposto só porque sai do país. O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro esteve no Jornal da Noite para dar mais explicações sobre o caso.