sicnot

Perfil

Desporto

Nações Unidas retiram cargo de embaixadora a Sharapova

As Nações Unidas retiraram a Maria Sharapova o cargo honorário de embaixadora, que mantinha há nove anos, depois de a tenista russa ter acusado positivo num controlo antidoping durante o Open da Austrália.

© Jeff Zelevansky / Reuters

"O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento continua a manifestar-se grato a Maria Sharapova pelo apoio que tem prestado, especialmente, no que se relaciona com desastre nuclear de Chernobyl [atual Ucrânia]", disse um porta-voz da instituição.

Sharapova, de 28 anos, revelou que teve um controlo positivo a meldonium, substância que toma desde 2006 e que se tornou proibida este ano, assumindo que não tinha visto a lista atualizada de produtos proibidos.

De acordo com a Federação Internacional de Ténis (ITF), a russa foi controlada a 26 de janeiro no Open da Austrália, num teste que revelou a presença do produto proibido, o que já levou vários patrocinadores a anunciar a suspensão do relacionamento com Sharapova.

Lusa