sicnot

Perfil

Desporto

Putin critica postura das autoridades russas nos casos de doping

O presidente da Rússia criticou hoje as autoridades desportivas do seu país por terem reagido tarde à inclusão do meldonium na lista de substâncias dopantes e acusou-as de terem inventado "conspirações" para justificar o seu falhanço.

© POOL New / Reuters

"Não devemos politizar nem promover teorias da conspiração", disse Putin numa reunião com o ministro do Desporto, Vitali Mutko, considerando que as listas de substâncias deveriam ter sido atualizadas assim que foi atualizada pela Agência Mundial Antidopagem (AMA).

"É óbvio que os nossos dirigentes desportivos deixaram passar o prazo e não atualizaram tempo as listas de substâncias proibidas", disse o presidente russo.

O meldonium (ou mildronate) é um fármaco, proibido na Europa Ocidental e nos Estados Unidos, recomendado para combater a insuficiência cardiovascular e permite que o coração suporte grandes cargas de trabalho físico ou intelectual.

No entanto, a AMA decidiu proibi-lo a 01 de janeiro deste ano, após receber dados alarmantes que confirmavam o seu uso recorrente por parte de desportistas profissionais nos países resultantes do desmembramento da União Soviética.

O escândalo do consumo de meldonium foi espoletado por um controlo positivo da tenista russa Maria Sharapova, que assumiu consumir a substância desde 2006.

Entretanto, vários atletas russos tiveram também resultados positivos por consumo de meldonium.

No final da semana passada, a AMA indicou que cerca de uma centena de atletas deram positivo por meldonium.

Depois das críticas, Putin exigiu que as autoridades desportivas tomem medidas urgentes "para que no futuro não se repita nada semelhante" e defendeu a integridade dos atletas russos.

Lusa

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gases tóxicos expelidos pelo Kilauea ameaçam a população no Havai
    1:51
  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.