sicnot

Perfil

Desporto

Recandidatura de Pinto da Costa sustentada por dez mil assinaturas

A comissão de apoio à recandidatura de Pinto da Costa à presidência do FC Porto elogiou hoje a obra do dirigente e apresentou 10.000 assinaturas de sócios que confiam ir vê-lo "recuperar a hegemonia no futebol nacional".

(Arquivo)

(Arquivo)

Paulo Duarte / AP

"Ele é o homem para darmos novamente a volta e retomar o trilho das conquistas. Unidos, vamos recuperar a hegemonia no futebol português", sublinhou Fernando Sequeira, o 'rosto' da comissão.

O eterno mobilizador das recandidaturas de Pinto da Costa, que a 17 de abril está sozinho na corrida a um novo mandato, o 14.º, enalteceu o trabalho realizado nas últimas três décadas e sublinhou que "faltam adjetivos icónicos, tal dimensão da obra do homem".

"Muitos desvalorizam, mas este era um clube desorganizado, perdedor, descrente, descapitalizado, reduzido apenas à dimensão nacional, reminiscências de 19 anos sem um título e subjugado a um poder centralista, que ostracizava e vilipendiava quem lhe fizesse frente. Tornou o FC Porto num dos melhores e mais respeitados clubes à escala planetária", vincou.

Na obra de Pinto da Costa, Fernando Sequeira destacou os "sete títulos internacionais, um dos mais bonitos estádios do mundo, o museu de referência internacional, o inédito pentacampeonato no futebol e títulos em todas as modalidades, os projetos Porto Canal e Dragon Force, bem como o facto de ser o clube que mais cresceu em adeptos".

Numa alusão à insatisfação pública que tem sido manifestada por vários adeptos, deixou um recado: "Quem não tem memória, não tem história. Sem presente ou futuro. Não esquecemos Pinto da Costa. Confiamos plenamente nele. Estamos identificados com a sua forma de ser e estar. Permitiu-nos alegrias impensáveis."

"Vai devolver-nos à glória plena. Não é um período menos bom em 34 anos que tudo ficará em causa. Temos memória e sentido de decência. Enfrentamos as adversidades. Queremos regressar aos títulos, com uma aposta séria na formação de jovens ambiciosos e talentosos. É imperioso recuperar a mística no plantel. Com estabilidade e jogadores da casa", concluiu.

A comissão de apoio à recandidatura de Pinto da Costa à presidência do FC Porto fez-se representar por 16 elementos, tendo oficializado a entrega das assinaturas aos órgãos competentes.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14