sicnot

Perfil

Desporto

Bayern Munique pela quarta vez na rota do Benfica

O Bayern Munique é o "todo poderoso" adversário do Benfica nos quartos de final da Liga dos Campeões em futebol, num duelo que se repete pela quarta vez e foi sempre claramente favorável aos bávaros.

Em 1995, para a Taça UEFA, o Benfica foi a Munique perder por 4-1. Jürgen Klinsmann fez o póquer.

Em 1995, para a Taça UEFA, o Benfica foi a Munique perder por 4-1. Jürgen Klinsmann fez o póquer.

© STR New / Reuters

A formação germânica é super favorita - como seria face a qualquer adversário nos quartos com exceção do FC Barcelona -, pelo passado face ao conjunto da Luz e a todos os outros clubes lusos, mas, sobretudo, pelo presente.

Nas últimas quatro temporadas, o Bayern chegou sempre às meias, conseguindo o título em 2012/13, um ano depois de ter sido finalista vencido, e tombado nessa fase em 2013/14 (Real Madrid) e 2014/15 (FC Barcelona).

Robben, Lewandowski, Thomas Müller, Neuer, Ribéry, Douglas Costa, Vidal, Alaba, Lahm ou Thiago Alcântara são algumas das 'estrelas' que Pep Guardiola tem ao seu dispor, numa época em que parece destinado a conseguir o tetra na Bundesliga.

O presente do Bayern, que cumpre a última época da era Guardiola, que vai rumar ao Manchester City e será substituído pelo italiano Carlo Ancelotti, assusta, tal como o passado, bastando lembrar que, a duas mãos, o conjunto da Baviera ultrapassou as nove eliminatórias frente a conjuntos lusos.

Os outros dois 'grandes' foram vítimas recentes, com o Sporting a levar um total de 12-1 (5-0 em casa e 7-1 em Munique) nos 'oitavos' da 'Champions' de 2008/09, para, na época passada, o FC Porto perder por 7-4, nos 'quartos': ainda venceu em casa por 3-1, mas caiu no Allianz Arena por 6-1.

A única vez que um conjunto português levou a melhor sobre os bávaros aconteceu na final da Taça dos Campeões de 1986/87, no Prater, em Viena, com o FC Porto a vencer por 2-1, depois de ter estado a perder, com tentos de Madjer e Juary.

O Benfica encontrou três vezes o Bayern Munique e nunca se livrou de derrotas pesadas, nomeadamente nos quartos da Taça dos Campeões de 1975/76, uma vez que, após um nulo na Luz, foi goleado por 5-1 na Alemanha. Marcou Nené.

Seis anos depois, na segunda eliminatória da prova rainha, o filme foi idêntico, com um empate a zero em Lisboa, seguido por um 4-1 em Munique, de novo com Nené a apontar o tento de honra dos encarnados.

O último embate foi ainda mais penoso para o Benfica, que até marcou dois golos - Dimas, em Munique, e Valdo, na Luz -, mas perdeu claramente os dois embates, por 4-1 e 3-1, na terceira ronda da Taça UEFA 1995/96. O avançado alemão Jürgen Klinsmann marcou seis dos sete tentos dos bávaros.

Curiosamente, sempre que encontrou o Benfica, o Bayern Munique atingiu a final das respetivas provas, vencendo a Taça dos Campeões em 1975/76 e a Taça UEFA em 1995/96. Em 1981/82, perdeu o título europeu para o Aston Villa (0-1).

O encontro da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões entre Benfica e Bayern Munique realiza-se a 05 de abril, na Allianz Arena, e o da segunda a 13 de abril, no Estádio da Luz, ambos às 19:45 de Lisboa.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.