sicnot

Perfil

Desporto

Agência Mundial Antidopagem diz que Espanha não cumpre Código Mundial

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) anunciou hoje que a Espanha ainda não se adequou ao Código Mundial Antidoping, embora a questão seja, para já, atenuada pela crise política no país.

© Susana Vera / Reuters

Os países que não adotem o documento correm o risco de verem o seu laboratório antidoping perder a acreditação da AMA e os seus atletas impedidos de participar em competições internacionais, como os Jogos Olímpicos Rio2016.

Contudo, dada a situação política em Espanha, em que ainda não há um novo governo, após as eleições de dezembro de 2015, a AMA decidiu permitir que os atletas espanhóis participem nos Jogos, tendo chegado a acordo para as análises antidoping serem efetuadas pelas federações internacionais.

Além da Espanha também o México ainda não se adaptou o Código Mundial, com a AMA a dizer que espera que o país supere esta situação, tendo em conta os esforços do governo local.

A Bélgica, a França, o Brasil e a Grécia deixaram de estar sob observação da AMA.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.