sicnot

Perfil

Desporto

FIFA abre investigação à atribuição de Mundial 2006 à Alemanha

O Comité de Ética da FIFA decidiu abrir procedimentos formais relativamente a seis responsáveis envolvidos na atribuição à Alemanha do Campeonato do Mundo de futebol em 2006.

© Fabrizio Bensch / Reuters

Em comunicado, o organismo que tutela o futebol mundial indicou que serão objeto de procedimentos formais o presidente do comité organizador do Mundial de 2006, Franz Beckenbauer, os ex-presidentes da Federação Alemã de futebol (DFB) Wolfgang Niersbach e Theo Zwanziger, os ex-secretários-gerais da DFB Helmut Sandrock e Horst Schmidt, bem como Stefan Hans, antigo responsável financeiro da DFB.

Em particular, a FIFA indica que estarão em investigação "possíveis pagamentos irregulares e contratos para ganhar vantagem" na atribuição do Mundial de 2006 e financiamento associado, em violação de vários artigos do Código de Ética da organização.

O antigo futebolista Franz Beckenbauer, que presidiu ao Comité Organizador do Mundial2006, tem negado que a atribuição da prova à Alemanha tenha sido 'paga' com subornos.

Na votação, que decorreu em 2000, a Alemanha ganhou o direito de organizar o Campeonato do Mundo por uma vantagem de um voto, tendo conquistado 12, contra os 11 da África do Sul, após a abstenção do neozelandês Charles Dempsey.

No início de fevereiro, a DFB reclamou 6,7 milhões de euros a Fedor Radmann, antigo vice-presidente do organismo e um dos responsáveis do Comité Organizador do Mundial2006.

A DFB alegou que essa verba foi transferida em 2000 pelo Comité Organizador para a FIFA e que nunca foi "devidamente justificada" nas contas do organismo.

O relatório da empresa que investigou a atribuição do Mundial2006 à Alemanha, encomendado pela DFB, concluiu que não existiu qualquer prova concreta de 'compra' de votos no processo.

Franz Beckenbauer negou a compra de votos, apesar de a DFB ter reconhecido que efetuou um pagamento de 6,7 milhões de euros à FIFA, mas que não estaria relacionado com o torneio.

O antigo futebolista alemão chegou a assumir que cometera um "erro" enquanto presidente do comité organizador, mas garantiu que não comprou votos para ter o direito de sediar a prova.

A 10 de novembro, o vice-presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB) Rainer Koch disse que é tempo de Franz Beckenbauer falar sobre as alegadas irregularidades na atribuição do torneio.

Lusa

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de uma dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projecto prevê a possilidade do trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Primeiro discurso de Costa na ONU alinhado com o de Guterres

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, proferirá hoje o seu primeiro discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, devendo estar muito alinhado com a agenda política apresentada na terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, valorizando o multilateralismo.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.