sicnot

Perfil

Desporto

Jonas Gutierrez acusa Newcastle de o ter despedido por cancro

O futebolista argentino Jonas Gutierrez, que processou o Newcastle por descriminação por deficiência, acusou hoje o clube inglês de o ter despedido devido ao cancro que teve nos testículos.

© Action Images / Reuters

"Fui notificado mesmo antes de iniciar o tratamento ao cancro. Foi um grande choque", contou o atual jogador do Deportivo da Corunha, de Espanha.

O atleta de 32 anos lembrou que a sua surpresa pela saída foi ainda maior face ao papel que tinha na equipa: "Especialmente pelo facto de ter disputado 194 jogos pelo clube, no qual era um dos jogadores-chave. Sinto que fui descartado da equipa devido ao meu cancro."

O antigo internacional argentino chegou ao Newcastle em 2008 e, em outubro de 2013, foi submetido a uma operação para retirar um tumor do testículo esquerdo.

Segundo Jonas Gutierrez, o treinador da altura, Alan Pardew, disse-lhe em dezembro que não competiria mais pela equipa, apesar de lhe restarem 19 meses de contrato.

O argentino contou ainda que o clube o impediu de atingir o limite de 80 jogos disputados entre 2011 e 2015, o que lhe renovaria automaticamente o contrato: aos 78 desafios, foi emprestado ao Norwich, em janeiro de 2014.

Segundo a imprensa britânica, o futebolista reclama uma indemnização de 2,5 milhões de euros.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41