sicnot

Perfil

Desporto

Morreu Johan Cruyff

Morreu o antigo jogador e treinador de futebol holandês Johan Cruyff. Tinha 68 anos, foi vítima de cancro.

© Albert Gea / Reuters

O anúncio foi feito no site oficial de Cruyff:

"A 24 de março de 2016, Johan Cruyff (68) morreu em paz, em Barcelona, rodeado pela sua família e depois de uma dura luta contra o cancro. É com muita tristeza que pedimos respeito pela privacidade da família no decorrer do seu luto."

Com cancro no pulmão, a doença terá sido diagnosticada em outubro do ano passado.

Hendrik Johannes Cruijff foi operado ao coração em 1991 e desde então deixou de fumar e protagonizou uma campanha antitabágica.

"Na minha vida tive dois grandes vícios: fumar e jogar futebol. O futebol deu-me quase tudo na vida, ao contrário, fumar quase a tirou", era o lema da campanha protagonizada por Cruyff.

Na sua luta para deixar de fumar, Cruyff substituiu os cigarros por chupa-chupas, quando era técnico do FC Barcelona, clube que orientou entre 1988 e 1996.

Como jogador, Johan Cruyff evidenciou-se ao serviço de Ajax e seleção holandesa, tendo representado também os espanhóis do FC Barcelona e do Levante, e os norte-americanos LA Aztecs e Washington Diplomats.

Johan Cruyff iniciou a carreira de treinador em 1996 no Ajax, transferindo-se depois para o FC Barcelona, que orientou durante oito temporadas. Terminou a carreira de em 2012, depois de ter treinado durante quatro épocas a seleção da Catalunha.

Última atualização às 12:51/Com Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.