sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo e Mourinho apoiam recandidatura de Fernando Gomes à FPF

O capitão da seleção portuguesa Cristiano Ronaldo e o treinador português José Mourinho são as mais recentes personalidades a apoiar a recandidatura de Fernando Gomes à presidência da Federação Portuguesa de Futebol.

Fernando Gomes foi hospitalizado no Luxemburgo, depois de uma indisposição, razão pela qual não marcou presença no jogo entre as seleções dos dois países. Fonte federativa informou que o dirigente ficará acompanhado no Luxemburgo com o médico da seleção. (Arquivo)

Fernando Gomes foi hospitalizado no Luxemburgo, depois de uma indisposição, razão pela qual não marcou presença no jogo entre as seleções dos dois países. Fonte federativa informou que o dirigente ficará acompanhado no Luxemburgo com o médico da seleção. (Arquivo)

SIC

"O Dr. Fernando Gomes personifica um presidente competente, com uma capacidade de trabalho e um capital de credibilidade que o futebol português não deve desperdiçar. No estrangeiro, o seu prestígio sente-se muito bem em qualquer país onde nos desloquemos", expressou hoje o treinador português, atualmente sem clube.

Vencedor de duas edições da Liga dos Campeões, em 2004 e 2010, pelo FC Porto e Inter de Milão, respetivamente, Mourinho relevou o apoio dado há quatro anos, consolidado agora com a concretização da obra Cidade do Futebol, centro que reunirá, no mesmo espaço, todas as seleções portuguesas.

"Há quatro anos pareceu-me claramente uma ótima solução para a Federação. Conheço-o bem e o que desenvolveu neste mandato mostra bem que a escolha foi acertada. Se não fosse por mais, e foi muito mais, só o facto de finalmente abrir a Cidade do Futebol já seria razão para voltar a apoiá-lo", concluiu.

José Mourinho juntou-se assim ao capitão da seleção nacional portuguesa de futebol, Cristiano Ronaldo, que também hoje expressara o apoio a Fernando Gomes.

"Fernando Gomes é um exemplo enquanto profissional e como ser humano. Com ele, a FPF ganhou uma dimensão internacional que faltava trabalhar", justificou o número sete da equipa das quinas, garantindo ter "uma relação excelente" com o ex-presidente da Liga e, agora, candidato a segundo mandato na federação.

O futebolista, eleito três vezes como melhor jogador do mundo, junta-se a uma extensa lista de apoiantes, entre os quais 33 dos 37 clubes da I e II Ligas de futebol (as equipas B não são contabilizadas para o efeito) e 22 associações distritais do país.

As eleições para a Federação Portuguesa de Futebol realizam-se a 04 de junho.

Com Lusa

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.