sicnot

Perfil

Desporto

Dunga continua como selecionador do Brasil pelo menos até ao Rio2016

O selecionador do Brasil, Dunga, vai continuar no cargo durante a Copa América Centenário e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, anunciou hoje a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Reuters

Reuters

© Ricardo Moraes / Reuters

O coordenador das seleções do Brasil na CBF, Gilmar Rinaldi, esteve reunido com o presidente em exercício da organização, Antonio Carlos Nunes, assegurando depois que neste momento não está em causa a continuação de Dunga, ao contrário do que referiam vários jornais brasileiros.

Rinaldi disse que a reunião serviu sim para tratar da planificação da Copa América Centenário, em junho, nos Estados Unidos, e dos Jogos Olímpicos, em agosto, no Rio de Janeiro.

No Rio2016, Dunga terá como adjunto o selecionador dos sub-20 'canarinhos', Rogerio Micale.

A imprensa do Brasil tinha avançado a informação de que a direção da CBF ia hoje dar um ultimato a Dunga, que só continuaria com bons resultados na Copa América Centenário.

Para Rinaldi, é "uma surpresa" que se questione se Dunga ou ele próprio continuem à frente da seleção.

Dunga tem sido particularmente contestado face à série de resultados dececionantes nas eliminatórias do Mundial de 2018, em que o Brasil segue em sexto lugar na qualificação sul-americana.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.