sicnot

Perfil

Desporto

Russa campeã olímpica do martelo suspensa por doping

A russa Tatyana Lysenko, campeã olímpica do lançamento de martelo, foi provisoriamente suspensa devido a doping, anunciou esta terça-feira a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Lysenko, igualmente duas vezes campeã do Mundo (2011 e 2013), deu positivo após novo teste de amostras colhidas nos Mundiais de 2005 em Helsínquia, nos quais foi bronze, revelaram órgãos de comunicação russos.

Ainda assim, a IAAF não especificou a data da análise nem o produto proibido usado pela atleta que agora dá pelo nome de casada, Tatyana Beloborodova.

Este caso volta a ensombrar o atletismo russo cuja federação está suspensa desde novembro face a sucessivos escândalos de doping, inclusivamente patrocínio pelo Estado.

A Rússia está a tentar reorganizar-se e credibilizar-se até À reunião do Conselho da IAAF de maio, que decidirá se os seus atletas são autorizados a competir nos Jogos Olímpicos Rio2016, de 5 a 21 de agosto.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras